A sogra que foge: papéis femininos e conflitos sociais

Aline da Silva Lazaro

Resumo


O presente artigo tem como ponto de partida o primeiro ato da comédia Hecyra (A Sogra) do poeta latino Terêncio. Nesta abordagem inicial, observamos a fala e as ações das personagens, a fim de examinar o modo como se introduz uma temática central à peça, i.e. o conflito entre os sexos, bem como a composição de personagens femininas. Para tanto, o primeiro ato é considerado como um momento em que a ficção é instaurada dentro do repertório de situações e de personagens do gênero poético da Comédia Nova romana. Em seguida, os estereótipos ali apresentados serão comparados com outras passagens e situações do decorrer da peça em que papéis femininos são tematizados.

 

 

Palavras-chave: estudos clássicos; comédia latina; Hecyra; feminino; misoginia.

 

 

The mother-in-law who flees: female roles and social conflicts

 

Abstract

This paper starts analyzing the first act of the comedy Hecyra (The-mother-in-law) of the Roman poet Terence. Initially, I observe the speech and actions of the characters, examining how they introduce a central theme to the play, i.e. the conflict between sexes, as well as the composition of female characters. In my analysis, the first act is considered as a moment in which the fiction is established within the repertoire of typical situations and characters of the Roman New Comedy. Thereafter female stereotypes and misogyny observed in the first scenes shall be compared with subsequent passages of the play, in which female roles are also thematized.

 

 

Keywords: classical studies; Roman comedy; Hecyra; female; misoginy.


Palavras-chave


estudos clássicos; comédia latina; Hecyra; feminino; misoginia

Texto completo:

PDF

Referências


CARDOSO, I. T. Matronae uirtuosae no Stichus de Plauto, Phaos v. 1, 2001, pp. 21-38.

___________________. O espetáculo da vida humana em Cato Maior de Senectute, Nuntius Antiquus, v. 6, 2010, pp 41-70.

CARNEY, T, F. (ed.); TERENTIUS, A. P. Hecyra. Edited with a commentary by T. F. Carney. Pretoria: V & R Print. [Dr.], 1963.

COSTA, L. N. da; PLAUTO. Anfitrião. Tradução, introdução e notas por Lilian Nunes da Costa. Campinas: Mercado de Letras, 2013.

DUCKWORTH, G. E. The Nature of Roman Comedy. University of Oklahoma Press: Norman, 1994.

GOLDBERG, S. (ed.); M. TERENTIUS, A. P. Hecyra. Edited with a commentary by S. M. Goldberg. Cambridge: Cambridge University Press, 2013.

HUNTER, R. L. The new comedy of Greece and Rome, Cambridge: University Press, 1989.

IRELAND, S. (ed.); TERENTIUS, A. P. The Mother in law. Ed. with transl. introd. and comm. by S. Ireland. Warminster: Aris & Philips, 1990.

KONSTAN, D. Roman Comedy. Londres: Cornell University Press, 1986.

LAZARO, A. Os prólogos de Hecyra. Revista Lingua, Literatura e Ensino, v. 6, 2011, pp. 17-22 (= http://revistas.iel.unicamp.br/index.php/lle/issue/view/5).

MEDEIROS, W. de (trad.); TERÊNCIO. A sogra. Brasília: UnB, 1994.

ROCHA, C. M.; PLAUTO. Cásina. Tradução, introdução e notas de Carol Martins da Rocha. Campinas: Mercado de Letras, 2013.

STELLA, S.; TERENZIO. Hecyra. Milano: Carlo Signorelli, 1936.

KAUER, R.; LINDSAY, W. M. (eds.); TERENCE. Comoediae. New York: Oxford Univ. Press, 1926.

THOMAS, P. (ed.); TERENTI, P. A. Hecyra. Paris: Librairie C. Klincksieck, 1887.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Rónai está cadastrada nos seguintes indexadores: DiadorimLivReLatindexEBSCOREDIBMLA