Quaero e a expressão da volição

Laís Lagreca de Carvalho, Fernanda Cunha Sousa

Resumo


RESUMO: Nosso objetivo é pesquisar se haveria usos de quaero que justificassem a expressão da volição através de seu sucessor morfofonológico “querer”. Para isso, analisaremos morfossintaticamente as ocorrências de quaero na obra de Cícero, Ad Atticum, a partir da teoria funcionalista, a fim de comparar essa pesquisa à análise sobre uolo. Pretendemos, assim, nas próximas etapas, traçar possíveis contextos frasais que teriam propiciado a competição entre esses verbos na expressão da volição e o apagamento de uolo, na passagem do latim para o português e para o espanhol.

Palavras-chave: morfossintaxe; Cícero; verbos.


ABSTRACT: Our aim was to research if there might have been uses of quaero that would justify the expression of volition by its morphological successor “querer”. To that end, we will analyse morphosyntactically the occurrences of quaero in the work of Cicero, Ad Atticum, based on functional theory, in order to compare this research to the analysis on uolo. We intend, thus, in the following stages, to draw up potential phrasal contexts that might have provided competition between these verbs in the expression of volition and the extinction of uolo, in the passage from Latin to Portuguese and to Spanish.

Keywords: morphosyntax; Cicero; verbs.


Palavras-chave


morfossintaxe; Cícero; verbos

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Napoleão Mendes de. Gramática Latina .30. ed. São Paulo: Saraiva, 2011.

A GUITA JAÉ , José María. “La desaparición de uolo-uelle querer’ y su sustitución por quaero-quaerere buscar’ en gallego, portugués y castellano”. VERBA 2010, v. 37, p. 331-344.

A GUITA JAÉ , José María. “Acercamiento etimológico al cast. (gall.-port.) buscar: lat. poscere.”. Cuadernos de Filología Clásica. Estudios Latinos. 2007, 27, núm. 2. Pp. 197-216.

CÍCERO, M. T. Ad Atticum. Disponível em: http://www.thelatinlibrary.com.

CICERÓN. MÁRQUEZ, Pantoja; RODRÍGUEZ, Miguel. Cartas. I: Cartas a Ático (cartas 1-161). II: Cartas a Ático (Cartas 162-426). Introducción, traducción y notas. Editorial Gredos, S. A. Sánches Pacheco, 81, Madrid, 1996.

DELÉANI, Simone; VERMANDER, Jean Marie. Initiation a la langue latine et a son systeme. Manuel pour grands débutants I.

DIAS, Nilza Barrozo. Gramaticalização de Orações Matrizes. In: SEMINÁRIO DO GEL, 58., 2010, Programação. São Carlos (SP): GEL, 2010. Disponível em: . Acesso em: 14.02.2014.

ERNOUT, A.; MEILLET, Antoine. Dictionnaire étymologique de la langue latine: histoire de mots. Paris: Klincksieck, 1951.

FARIA, Ernesto. Gramática Superior da Língua Latina. Rio de Janeiro: Livraria Acadêmica, 1958.

FURTADO DA CUNHA, M. A. O modelo das motivações competidoras no domínio funcional da negação. In: Revista Delta. São Paulo, v.17, n.1, 2001. Disponível em: Acesso em 10 de agosto de 2010.

GABELENTZ, G. von der. Die Sprachwissenschaft. Ihre Aufgaben, Methoden, und bisherigen Ergebnisse. Leipzig: Weigel, 1891.

HELENA. SECO, Elena Pingarrón. Etimología de QUERER. Disponível em: .

HENDERSON, J. Pliny’s Letters: A Portrait of the Artist as a Figure of Style, Omnibus 4: 31–2, 1982.

HOPPER, P. J. & E. C. TRAUGOTT. Grammaticalization. Cambridge: Cambridge University Press, 1993.

MOURA, M.Z. Orações Matrizes [VERBO SER + PREDICATIVO]: predicados que expressam atitude do falante. Dissertação de mestrado. Juiz de Fora: Universidade Federal de Juiz de Fora, 2009. 148f.

NASCENTES, Antenor. Dicionário Etimológico Resumido. Instituto Nacional do Livro. Ministério da Educação e Cultura. 1966.

NEVES, Gonçalo. A história do verbo querer. Disponível em: https://ciberduvidas.iscte iul.pt/consultorio/perguntas/a-historia-do-verbo-querer/33157. Acesso em: 10 jan. 2016.

RUBIO FERNÁNDEZ, Lisardo et al. Nueva Gramática Latina. Madrid: Editorial Coloquio, 1985.

SARAIVA, F. R. dos Santos. Novíssimo dicionário latino-português. 12a ed. Rio de Janeiro: Livraria Garnier, 2006.

VASCONCELLOS, P. S. Sintaxe do período subordinado latino. São Paulo: Fap-Unifesp, 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Rónai está cadastrada nos seguintes indexadores: DiadorimLivReLatindexEBSCOREDIBMLA