O que querem (e o que podem) os jovens tradutores de Latim

Brunno V. G. Vieira

Resumo


RESUMO: O ensino do Latim, que, no Brasil, existe quase exclusivamente no ensino universitário, tem como desafio introduzir os alunos em poucos anos de estudo a uma língua difícil e a uma literatura milenar que se mantiveram influentes ao longo dos séculos. Ao estudante, o caminho mais usual de aprendizagem reside na tradução de textos latinos em vernáculo e, quase sempre, é uma empreitada tradutória latino-portuguesa que lhe garante a continuidade de estudo nos níveis de Pós-Graduação. Essa prática didático-pedagógica tem resultado em inúmeros trabalhos de tradução de obras latinas, facilitando e favorecendo o acesso da comunidade leitora lusófona a uma renovada Antiguidade. Com o objetivo de fornecer um panorama das práticas desses jovens tradutores, abordarei neste artigo duas dissertações de mestrado de diferentes instituições brasileiras, procurando apontar abordagens tradutórias que florescem e vicejam nos trabalhos de nossos estudantes.

Palavras-chave: ensino; tradução; pós-graduação; Brasil.


ABSTRACT: The teaching of ancient Latin, which, in Brazil, occurs exclusively in university education has the challenge to introduce students in a couple of years to the study of a difficult language system and to the reading of an ancient literature that remained with great influence throughout the centuries. The most usual way of learning this idiom is the practice of translation exercises and, almost always, a Latin-Portuguese translational project guarantees the continuity of study in Graduate levels. This didactic and pedagogic practice has resulted in several translating works from Latin and it has promoted the access of Lusophone community to a renewed Antiquity. In order to provide an overview of the practices of young translators, I will consider in this paper two Master's final degree works from different Brazilian institutions, trying to point out translation approaches that flourish in the work of Brazilian students.

Key words: teaching; translation studies; graduate; Brazil.


Palavras-chave


ensino; tradução; pós-graduação; Brasil

Texto completo:

PDF

Referências


AULUS GELLIUS. The Attic nights. Trad. J. C. Rolfe. London: Harvard University Press, 1984. Vol. 1

BENJAMIN, W. A tarefa-renúncia do tradutor. Trad. de Susana Kampff Lages. In: HEIDERMANN, W. (Org.) Clássicos da teoria da tradução I. Florianópolis: EDUFSC, 2001. p. 187-215.

CATULO. O livro de Catulo. Trad., intr. e notas de J. A. Oliva Neto. São Paulo: Edusp, 1996.

CÍCERO. De optimo genere oratorum Intr., trad. e notas de AUTOR, 2011.

GLARE, P. G. W. Oxford Latin dictionary. Oxford: Clarendon Press, 1982.

HORACE. Satires, Epistles and Ars Poetica. Trad. H. R. Fairclough. London: Harvard University Press, 1999.

MATEDI, J.P. Elegias de Tibulo (Liber Primus): tradução, introdução e notas. 2008. 167 ff. Dissertação (Mestrado em Letras). Universidade Federal do Espírito Santo.

PICCOLO, A. P. O Homero de Horácio: intertexto épico no livro I das Epístolas. 2009. 458ff. Dissertação (Mestrado em Linguística). Universidade Estadual de Campinas- IEL.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Rónai está cadastrada nos seguintes indexadores: DiadorimLivReLatindexEBSCOREDIBMLA