Revista Rónai

Políticas Editoriais

Foco e Escopo

Rónai – Revista de Estudos Clássicos e Tradutórios é uma publicação eletrônica semestral pertencente à Faculdade de Letras (FALE) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).  O seu objetivo é divulgar trabalhos oriundos de instituições de ensino nacionais e internacionais que abordem questões pertinentes aos estudos clássicos e tradutórios.

A Rónai aceita artigos científicos, traduções técnicas e literárias, resenhas críticas e entrevistas – em português, inglês, francês, espanhol e italiano – produzidas por discentes de graduação e pós-graduação (também sob orientação) e por docentes de instituições de ensino nacionais e estrangeiras.

 

Políticas de Seção

Expediente

Não verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Apresentação

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Índice de autores

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Entrevistas

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos

Política padrão de seção

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Traduções

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê: XXIII Semana de Estudos Clássicos da UFJF

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê: XXIV Semana de Estudos Clássicos da UFJF

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê: Seminário Traduzindo a Tradução

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

A Rónai - Revista de Estudos Clássicos e Tradutórios adota o sistema de avaliação duplo-cego. Isso quer dizer que o material enviado será apreciado anonimamente por dois membros do Conselho Editorial, que emitirão pareceres sobre os textos submetidos. Havendo discordância entre os pareceres, um terceiro parecerista será consultado. O Conselho Editorial poderá sugerir ao autor modificações de estrutura ou de conteúdo, bem como rejeitar trabalhos.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Relembrando Paulo Rónai

O nome de Paulo Rónai talvez faça lembrar a alguns do autor de Como aprendi português e outras aventuras,em que a história que dá o título à coletânea apresenta a narrativa autobiográfica do judeu húngaro, nascido no início do século passado, que, após estudar sozinho português, veio para o Brasil, onde se fixou desde 1941. Outros, talvez, associarão o nome de Rónai à leva de intelectuais perseguidos pelo Regime Nazista, que, aportando em terras brasileiras, também encontraram liberdade intelectual para produzirem. Outros, ainda, se lembrarão de Rónai pelas lições de gramática latina da época em que se empregavam seus manuais Gradus Primus e Gradus Secundus para o ensino de latim e cultura clássica nas escolas brasileiras; ou, ainda, se recordarão de Rónai como o teórico da tradução e tradutor prolífico de obras em português, francês, húngaro e latim.

 

A pluralidade de contribuições de Paulo Rónai à cultura húngara, brasileira e internacional pelas quais hoje é lembrado, decorridos já 20 anos de sua morte, revela, sem dúvida, a permanência de seu legado, o qual, é bem verdade, se destaca pelo virtuosismo em cada um dos campos aos quais se dedicou – o da produção e crítica literária, o da teoria e prática da tradução, o da reflexão e ensino das línguas e culturas clássicas… – , mas não deixa de configurar, igualmente, o resultado do trabalho de um intelectual sem fronteiras, que fez da sua vida um exemplo do multiculturalismo humanista que caracterizou sua obra, como se expressa nas suas palavras:com a tríplice herança cultural que o destino me impôs – judeu, húngaro, brasileiro, e, ainda por cima, professor de latim, como poderia não trabalhar na aproximação dos indivíduos e dos povos, no contato das culturas e dos corações?

 

Pela importância que sua obra confere aos Estudos Clássicos e à Tradução, os cursos de Bacharelado em Letras (Latim e Tradução) da Faculdade de Letras da UFJF,  com grande honra, tomam emprestado o nome do valoroso intelectual à revista que ora apresentamos. Com efeito, Rónai, tradutor e poliglota que contribuiu efetivamente para que a literatura brasileira fosse conhecida em outras partes do mundo, e para que os falantes de português conhecessem obras da literatura francesa, húngara e latina, também prestou sua colaboração para que gerações de brasileiros entrassem em contato com a literatura e a língua latinas, visto que seus manuais de ensino de latim ainda continuam na memória afetiva de todos que, um dia, tiveram a experiência de aprender ou ensinar a língua dos antigos romanos.

 

Histórico da Revista

Nossa revista surgiu, a título experimental, em 2006. Essa publicação, presente hoje no site como "Edição Piloto", tinha em comum com seu perfil atual a abertura para alunos de graduação, o foco na temática da tradução e a homenagem a Paulo Rónai. Na época, teve como editor-fundador o Prof. Ms. Adauto Villela, então professor substituto no Bacharelado de Letras com Ênfase em Tradução - Inglês, da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Após o término de seu contrato no ano seguinte, a revista não teve mais nenhum número lançado, devido à falta de disponibilidade dos professores efetivos do Bacharelado. Mesmo assim, aquele único número permaneceu online até o início de 2010, quando houve uma reformulação nos sites da UFJF.

Em 2012, a ideia de reativar a Revista Rónai foi apresentada pelo Prof. Dr. Fábio Fortes, com a proposta de expandir seu escopo para acolher a temática dos estudos clássicos. Assim como naquele momento inicial em 2006, a iniciativa foi acolhida e apoiada pela Profa. Dra. Maria Clara Castellões de Oliveira, que participou como autora e co-editora de vários números da revista. Foi então constituída, ainda em 2012, uma equipe congregando professores da Licenciatura em Língua e Literatura Latina e do Bacharelado de Tradução (Inglês e Latim) e iniciada a reestruturação acadêmica da revista, que incluiu a constituição do Conselho Editorial, formado por professores doutores das ambas as áreas, a confecção de novas políticas e normas da revista, bem como a inscrição para obtenção do ISSN (International Standard Serial Number).

Saía assim, em 2013, o primeiro número do primeiro volume da Rónai - Revista de Estudos Clássicos e Tradutórios, hospedado no endereço www.ufjf.br/revistaronai. Durante dois anos, ou quatro edições semestrais ininterruptas (v. 1, n. 1; v. 1, n. 2; v. 2, n. 1; v. 2, n. 2), a revista permaneceu nesse endereço.

Em 2015 essas quatro edições foram migradas para uma nova plataforma, integrando agora o SEER (Sistema Eletrônico de Editoração de Revista). A elas somou-se, em setembro de 2015, uma nova edição, a v. 3, n. 1, iniciada no sistema de editoração anterior, mas lança na nova plataforma.

A partir de outubro de 2015, todo o processo editorial passou a ser feito no SEER, desde o lançamento da chamada de trabalhos até a publicação. 

Seguimos, assim – apoiados na inestimável colaboração de editores, avaliadores e autores –, homenageando Paulo Rónai e disponibilizando para você, leitor, artigos, entrevistas, traduções e resenhas que vêm contribuir para o desenvolvimento e crescimento dos estudos clássicos e tradutórios.

 

Histórico das Comissões Editoriais

[V.3 N.1/2015] – atual

EDITORES RESPONSÁVEIS:

Prof. Dr. Adauto Lúcio Caetano Villela [lattes]

Profa. Dra. Fernanda Cunha Sousa [lattes]

ASSISTENTE EDITORIAL:

Luana Campos Leal Rodrigues – [lattes]

  

[V.2 N.2/2014]

EDITORES RESPONSÁVEIS:

Profa Dra. Fernanda Cunha Sousa [lattes]

Profa. Dra. Sandra Aparecida Faria de Almeida [lattes]

ASSISTENTE EDITORIAL:

Luana Campos Leal Rodrigues – [lattes]

 

[V.2 N.1/2014]

EDITORES RESPONSÁVEIS:

Prof. Dr. Fábio da Silva Fortes [lattes]

Profa Dra. Sandra Aparecida Faria de Almeida [lattes]

ASSISTENTE EDITORIAL:

Luana Campos Leal Rodrigues – [lattes]

 

[V.1 N.2/2013]

EDITORES RESPONSÁVEIS:

Profa. Dra. Charlene Martins Miotti [lattes]

Prof. Ms. Fabrício Santos Barbacena [lattes]

Prof. Dra. Neiva Ferreira Pinto [lattes]

ASSISTENTE EDITORIAL:

Brunna Mayra Vieira da Conceição – [lattes]

 

[V.1 N.1/ 2013]

EDITORES RESPONSÁVEIS:

Prof. Dr. Fábio da Silva Fortes [lattes]

Profa. Dra. Maria Clara Castellões de Oliveira [lattes]

Profa. Dra. Patrícia Fabiane Amaral da Cunha Lacerda [lattes]

ASSISTENTES EDITORIAIS:

Brunna Mayra Vieira da Conceição – [lattes]

Fernando Adão de Sá Freitas – [lattes]

 

Indexações